Weddings Agridoce Café - Porto Alegre

Ana e Vicenzo - Pedido de Casamento

Certo dia recebo o contato de uma menina perguntando:

- Oi, Vinícius, tudo bem? Aqui é a Ana. Vi umas fotos lindas tuas no Agridoce Café e fiquei encantada!
Quero mais informações sobre o teu trabalho, pois queremos fazer um ensaio de casamento lá.


Obviamente me chamou bastante atenção pois o contato surgiu em função de fotos do nosso trabalho que ela viu lá e que curtiu, não só o local, como o estilo de fotos.

Conversamos um bocado e combinamos de marcar uma reunião, ela o Vicenzo e eu, no café para falarmos mais do ensaio, casamento e sobre o que eles planejavam para as fotos.
Marcamos para dali uma semana nossa conversa.

Na véspera da reunião, recebo um contato de um número não cadastrado nos meus contatos:

- Oi, Vinícius, tudo bem? Aqui é o Vicenzo. Sou o namorado da Ana, que falou contigo para fazermos uma reunião amanhã sobre as fotos do nosso ensaio. Desculpe o horário (ah,detalhe.. eu não falei que essa mensagem chegou às 23:40! Vi por sorte pois já estava indo dormir) mas é que queria muito te pedir uma ajuda. A Ana e eu vamos fazer essas fotos contigo porque estamos nos casando para poder ir para fora do país logo no início do ano. E devido ao tempo e aos preparativos, não vamos conseguir fazer uma festa massa de casamento, mas eu sei que a Ana gostaria muito de uma festa. Já que não vai rolar, eu queria, ao menos, fazer um pedido oficial de casamento pra ela amanhã ao longo da nossa reunião, no Agridoce, e queria ver se tu topa fotografar isso.


Gente, a alegria que me deu ler isso foi incrível. E eu respondi na hora pra ele:


- Cara, que demais! Conta comigo certo! Mas eu vou fazer melhor do que tirar fotos, eu vou filmar o teu pedido de casamento! Vamos fazer assim: eu chego com a câmera na mão e invento uma desculpa de que eu saí de um documentário que tava filmando e a gente filma isso, que tal?

Mas no dia e hora marcados, chegamos ao Agridoce Café para a reunião. O detalhe é que tava fechado, abria só a partir do meio dia e a gente marcou bem ao meio dia. Tivemos que esperar abrir... então imagina que bizarro foi eu ter que explicar pra Ana que tava chegando meio correndo porque vim direto de uma gravação (mentira hahahahahaha).

Já dentro do Agridoce, começamos a bater um papo até que, em um dado momento, eu pedi pra eles se sentarem nesse sofá lindo como se eu fosse fazer um teste de ensaio com eles. Foi quando: