Imagem capa - Dicas de Fotografia -  5 Segredos que Você Precisa Saber Para Fotografar Crianças por Vinicius Vogel
Fotografia

Dicas de Fotografia - 5 Segredos que Você Precisa Saber Para Fotografar Crianças

Você deve ter visto há alguns dias nosso post dando 8 Dicas de Fotografia para fazer Fotos Incríveis no seu Dia a Dia.

E como estamos chegando no dia das crianças, nada melhor para comemorar esse dia do que curtir cada momento com a sua filha(o) e registrar isso para lembrar depois.
Pensando nisso, resolvemos fazer esse post pra você, mamãe, papai, vovó, vovô, dinda, dindo, tia, tio, que tem uma criança e adoraria fazer fotos melhores dela.

Afinal, quem tem um bebê, uma criança linda, quer sempre ter boas lembranças pra poder mostrar para os amigos e parentes, poder reviver, lembrar no futuro.
Mas fotografar crianças, na maioria das vezes, pode ser um processo que se demonstra um pouco mais trabalhoso do que a gente pensa.

Por isso, resolvemos trazer aqui algumas dicas pra vocês (provavelmente esse post venha a ser atualizado ou ganhe uma parte 2) de como fazer registros realmente bonitos e impactantes e que facilitarão um bocado sua vida.


1. Preciso comprar uma câmera?


Você não precisa sair gastando uma fortuna comprando equipamentos de última geração, câmera profissional. Se você tem um celular com uma câmera boa, isso já é o suficiente pra começar. Alguns telefones de última geração, como o iPhone 7 Plus (e modelos posteriores) e os modelos mais avançados da Samsung já permitem até efeitos incríveis com desfoque na câmera.

Mas se o seu telefone não tem uma câmera razoável, aí sim vale a pena estudar adquirir um equipamento fotográfico. E mesmo assim, você não precisa de uma câmera considerada profissional pra isso.

O que faz a diferença não é a câmera ou o equipamento, é o momento.


2. A Naturalidade Sempre Será Melhor do que a Pose.




Crianças são muito expontâneas, são muito autênticas. Se você quer uma foto que mostre seu pequeno exatamente como ele é, a melhor forma de registrar isso é deixando que eles sejam quem são. Crianças adoram brincar, adoram interagir com pessoas e coisas. Pedir para elas deixarem de fazer o que estão fazendo para olhar para uma câmera, muito provavelmente, fará com que deixem de ser naturais e que façam alguma pose, sorriso artificial ou até que fiquem emburrados por terem que parar com a diversão pra ter que fazer fotos.

E como falamos na dica 1, o que vale é o momento.


3. Acostume a criança com a presença da câmera.




Se você quer que sua pequena ou pequeno não estranhe a câmera, faça com que se acostume com a presença da câmera. É muito comum que a criança mude sua postura quando vê que há uma máquina fotográfica apontada pra ela. Mas se você estiver sempre com a câmera por perto, clicando em diversos momentos e, se possível, discretamente, com o passar do tempo isso se tornará comum e suas fotos terão um resultado muito mais natural e verdadeiro.


4. Participe!




Você já pensou que seus filhos verão as fotos quando crescerem? E que quando virem essas fotos, a maior parte (ou quase todas elas) as únicas pessoas que aparecerão são eles?
Eu sei, eu sei, seu bebê é lindo, você adora tirar fotos dele ou dela pra mostrar pra todo mundo, pra usar de fundo de tela do celular, pra usar de papel de parede do computador, etc.
Mas quantas fotos assim você já fez? 

Visualize essa cena:

- Olha pra mamãe! Laura (nome fictício)! Olha pra mamãe! (lembra aqui da dica 2? Vale mais a naturalidade! Experimente não chamar a Laura e faça fotos como ela está)

Legal! Temos uma foto linda da Laura!
Mas quando a Laura crescer, ela terá 1 bilhão de fotos... apenas dela!
E ela vai ficar se perguntando: 

- Nossa, como será que meus interagiam comigo? Como era a nossa vida em família? Como minha mãe ou eu pai me segurava no colo? Como brincavam comigo?

Você percebe que essas fotos são muito mais reais e naturais e que farão mais diferença na vida da Laura do que 1 bilhão de fotos apenas dela?
Por isso, tire fotos onde vocês participem. Se você é a mamãe, tire foto do papai brincando com a Laura. Se você é o papai, tire fotos da mamãe trocando as fraldas da Laura. Vivam os momentos! Registrem os momentos! E, se possível, façam fotos onde todos apareçam. Coloque a câmera no tripé, peça pra alguém clicar vocês. Quem sabe até contrate um fotógrafo e faça um documental para a sua família!


Por último, mas MUITO importante:


5. Imprima as fotos!


Isso mesmo, imprima!

- Ah, mas eu tenho tudo no celular...

- E quantas fotos você tem no celular que nem lembra que estão lá? Quantas vezes você vê aquelas fotos? Você faz backup dessas fotos? E se roubarem seu celular?

E mesmo que você faça backup num computador, você já percebeu como a tecnologia muda tão rápido que perdemos muitos registros pelo caminho?

Você tinha fotos suas em filme. Você ainda tem esses negativos? Se sim, pode ainda imprimir.
Mas e aquelas fotos que você nem tirou da primeira câmera digital e acabaram inacessíveis porque a câmera nem liga mais?

Ou as fotos que você guardou no HD do seu primeiro computador, você tem acesso?

Salvou as fotos no disquete? Pois é... quem tem um drive de 3" 1/2 ou de 5" 1/4 hoje?

E as fotos que você salvou naquele CD ou DVD? Talvez o seu computador nem tenha mais entrada de CD/DVD e você não acessa mais essas fotos.

Você pode argumentar que a tecnologia hoje é o pendrive. Mas amanhã pode não ser mais.

E não confie que ter as suas fotos na nuvem é a solução definitiva. A tecnologia está em constante evolução.

A foto que você tem sempre com você é a foto impressa, é a foto que sobreviveu a todas essas evoluções da tecnologia.
Além disso, a foto impressa te dá aquela experiência de poder tocar, de pegar com as mãos, e não depende da qualidade da tela do seu celular ou computador.

Por isso, imprima!

E aqui vai uma dica bônus:


6. Viva cada momento com sua plenitude, a vida passa muito rápido.


Gostou dessas dicas? Deixe sua opinião nos comentários!

Ficou com alguma dúvida? Fale conosco.


Quer ver mais dicas no nosso site?
Abaixo algumas sugestões:

Vai casar e não sabe por onde começar, esse post é pra você: Vou Casar! E agora, por onde começar?

Está planejando um Mini-Wedding? Leia esse post: É hora de falarmos sobre Mini-Wedding!

Ou que tal um Destination Wedding? Leia esse post: Destination Wedding: 3 mitos e 1 verdade!

Quer saber como são os Cerimoniais de Casamento? Então leia esse post: Cerimoniais de Casamento Partre 1

Planejando a sua Lua de Mel? Então veja essas dicas: Planejando Sua Lua de Mel!

Tem tudo pronto e tá na dúvida de como escrever os votos de casamento? Aqui vão algumas dicas para escrever os votos perfeitos!

Quer ver como foi o nosso noivado? Essa história vale a pena!

A gente muda muito em 7 anos, né? Quer ver a diferença que 7 anos fizeram na minha leitura de um Trash the Dress que fotografei em Roma (Itália)? Então acessa aqui!


Abraço, e até a próxima dica!


Vini e Maggie

contato@viniciusvogel.com.br

www.viniciusvogel.com.br